Academic Research in Technology Innovation Management and Related Thematic Areas in Brazil

Authors

  • Adalberto Mantovani Martiniano de Azevedo Federal University of ABC (UFABC)
  • Marcela de Oliveira Mazzoni Department of Science and Technology Policy, State University of Campinas (UNICAMP).
  • Marco Antonio Silveira Group for Support of Innovation and Learning in Organizations (G.A.I.A), Center for Information Technology Renato Archer (CTI-MCTI).

DOI:

https://doi.org/10.4067/S0718-27242013000300053

Keywords:

Innovation management, research groups, research mapping.

Abstract

This paper presents a profile of a Brazilian academic research group in areas related to the management of technology innovation. Keywords searches have been chosen to generate a database composed of information about research groups, projects that are funded by Brazilian Federal Government and scientific journals. Data analysis allowed the following conclusions: 1. Most research groups have been established in the 2000s, when innovation Policies have been settled in Brazil; 2. Most of the research is located in regions which have better science and technology infrastructure; 3. There is low interaction between researchers and public/private companies; 4. Federal Agencies tend to support projects related to innovation policy instruments (technology parks, local production systems, technology transfer centers in universities and research institutes).

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Author Biography

Adalberto Mantovani Martiniano de Azevedo, Federal University of ABC (UFABC)

Adjunt Professor of Public Policy

References

ANDRADE, E. I. G. et al (2007). Pesquisa e produção científica em economia da saúde no Brasil. Revista de Administração Pública, v.41, n.2, 211-235.

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO (CNPq) (2011a). Diretório dos Grupos de Pesquisa do Brasil- Busca textual de grupos certificados na base atual do Diretório. Web: http://dgp.cnpq.br/buscaoperacional/. [07/02/2011]

_______________________________________________________________(2011b). Séries Históricas- Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil. Web: http://dgp.cnpq.br/censos/series_historicas/index_basicas.htm. [08/02/2011]

_______________________________________________________________ (2011c). Manual do Pesquisador- Diretório dos Grupos de Pesquisa no Brasil. Web: http://dgp.cnpq.br/censos/series_historicas/index_basicas.htm. [08/02/2011]

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR (CAPES).(2011). Lista Completa de Periódicos (página da internet). Web: http://qualis.capes.gov.br/webqualis/ConsultaListaCompletaPeriodicos.faces. [30/06/2011]

FARGENBERG, B., Verspagen, B. (2009). Innovation studies: the emerging structure of a new scientific field. Research Policy, v.38, n.2, 218-233.

FERNANDES, A.M. (1996). Estudos de ciência e tecnologia no Brasil: um balanço crítico. Cadernos de Ciência & Tecnologia, v.13, n.1, 43-56.

FRANCO, M. A. S. (2005). Pedagogia da Pesquisa-Ação. Educação e Pesquisa, v.31, n.3, 483-502.

FREITAS, C. M. et al. (2009). Quem é quem na saúde ambiental brasileira? Identificação e caracterização de grupos de pesquisas e organizações da sociedade civil. Ciência e Saúde Coletiva, v.14, n.6, 2071-2082.

GUIMARÃES, R.; Lourenço, R., Cosac, S. (2001). A pesquisa em epidemiologia no Brasil. Revista de Saúde Pública, v.35, n.4, 321-340.

MINISTÉRIO DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA (MCT). (2010). Fundos Setoriais: Relatório de Gestão 2007-2009. MCT. Web: http://www.mct.gov.br/upd_blob/0211/211799.pdf. [21/06/2011]

MELO, L.C.P. (2010). Uma nova geração de políticas de ciência, tecnologia e inovação. Parcerias Estratégicas, v.15, n.31, 175-180.

PRADO, S. D.; Sayd, J. D. (2004). A pesquisa sobre envelhecimento humano no Brasil: grupos e linhas de pesquisa. Ciência e Saúde Coletiva, v.9, n.1, 57-67.

PRADO, S. D. et al. (2010). A pesquisa sobre segurança alimentar e nutricional no Brasil de 2000 a 2005: tendências e desafios. Ciência e Saúde Coletiva, v.15, n.1, 7-18.

QUADROS, R. (2008). Aprendendo a inovar: padrões de gestão da inovação tecnológica em empresas brasileiras. VIII Conferência Nacional da ANPEI, 30 p.

RAPINI, M. S. (2007). Interação universidade-empresa no Brasil: evidências do Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq. Estudos Econômicos, v.37, n.1, 211-233.

RAPINI, M. S. (2007). O Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq e a interação universidade-empresa no Brasil: uma proposta metodológica de investigação. Revista de Economia Contemporânea, v.11, n.1, 99-117.

SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO (SIGCTI) (MCT). (2011). Web: http://sigcti.mct.gov.br/fundos/rel/ctl/ctl.php?act=demanda.buscar_form. [12/05/2011]

TIDD, J.; Bessant, J.; Pavitt, K. (2005). Managing innovation: integrating technological, market and organizational change. Wiley, London.

ZAWISLAK, P. A. (1994). Gestão da inovação tecnológica e competitividade industrial: uma proposta para o caso brasileiro. Organizações & Sociedade, v. 2, n. 3, 35-66.

Downloads

Published

2013-05-17

How to Cite

de Azevedo, A. M. M., de Oliveira Mazzoni, M., & Antonio Silveira, M. (2013). Academic Research in Technology Innovation Management and Related Thematic Areas in Brazil. Journal of Technology Management & Innovation, 8, 271-284. https://doi.org/10.4067/S0718-27242013000300053