Cooperação Internacional para o Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia: A Participação Brasileira na Organização Européia para Pesquisa Nuclear (CERN)

Rafael Pinto Duarte

Abstract


This work proposes a different approach of International Cooperation on the Brazilian scientific and technological (S&T) development process, based on the case of the cooperation among Brazil and the European Organization for Nuclear Research (CERN). The studies lead to a suggestion of a new strategic approach of a system beginning starting at activities of international S&T interchange and collaborations as initial stage that lead to International Cooperation, seen as the only one capable of directly create S&T development. The case of the Brazilian activities at CERN shows that International Cooperation generates S&T development only with long term assured financial and institutional arrangements between Universities and Industries, supported by government policies and programs. The results point to the assumption that International Cooperation is an essential element for elaboration and execution of public policies that aim national development on science and technology.

Keywords


International Cooperation; Science and Technology; Development; High Energy Physics; European Organization for Nuclear Research (CERN).

Full Text:

PDF [pt]

References


ALVES, Gilvan et al, (2000) 0 Mundo das Partículas Elementares de Hoje e de Ontem - Rio de Janeiro, Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas - CBPF

ALMEIDA JÚNIOR, Fernando Marroquim Leão de. (2004) Relatórios de atividades no Experimento ATLAS. Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro e Brasilia.

AMORIM, Celso L. N. (1994) Perspectiva da Cooperação Internacional. In: MARCOVITCH, Jacques (org.). Cooperação Internacional: Estrategia e Gestão. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo.

BOZEMAN, Barry & CORLEY, Elizabeth. (2004) Scientists' collaboration strategies: implications for scientific and technical human capital. In: Research Policy, Volume 33, no. 4, ed. Elsevier, Amsterdam - Holanda.

Brasil. Ministerio da Ciência e Tecnologia - MCT. (2002) Livro Branco: Ciência, Tecnologia e Inovação. Brasilia: Ministerio da Ciência e Tecnologia.

BRASIL, CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO - CNPq. (1990) Convenio de Cooperação entre Centro Europeu para Pesquisa Nuclear (CERN) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) sobre Cooperação Científica e Técnica em Física de Altas Energías. Brasilia.

______________. (2006) Convenio de Cooperação entre o Centro Europeu para Pesquisa Nuclear (CERN) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico eTecnológico (CNPq) sobre Cooperação Científica e Técnica em Física de Altas Energías. Brasilia.

CBPF, Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas. Relatório ao Ministerio da Ciência e Tecnología - MCT sobre alguns aspectos da Física Brasileira. Disponível em . Acesso em 15 de Janeiro de 2007.

CERN Courier. LHCb's Brazilian CARIOCA. International Journal of High Energy Physics. Volume 40, Number 9, Genebra, Suíça, Novembro de 2000.

CRIBB, André Y. Inovação e difusão: consideraçoes teóricas sobre a mudança tecnológica. Esséncia Científica,Vol. 1, No. 1, pp. 1- 12, mar. 2002. Disponivel em: .Acesso em 5 de maio 2008.

DUARTE, Rafael PA Cooperação Internacional Científica e Tecnológica entre o Brasil e o Centro Europeu para Pesquisa Nuclear: contribuições para o desenvolvimento brasileiro. Monografía (Trabalho de conclusão de curso de Graduação em Relações Internacionais). Curso de Relações Internacionais, Universidade Católica e Brasilia, Brasilia, 2004. Disponivel em .Acesso em 24 de abril de 2007.

LOPES, José. (2000)L. Do Átomo Pré-Socrático a Teoría da Relatividade In: CARUSO, F.& SANTORO,A. Do Átomo Grego a Física de Interações Fundamentáis. 2. ed. Rio de Janeiro, CBPF, 240p.

MONTOYAMA, Shozo et al. (2000) 500 Anos de C&T no Brasil. Suplemento Especial, Fapesp Pesquisa, No. 52.

MORGANTTI, Patricia A. (2005) O. A Cooperação Científica Brasil - França: o caso do Convenio CNPq/CNRS. Dissertação (Mestrado Profesionalizante em Ciência e Tecnología) -Coordenação de Pós-Graduação em Ciência e Tecnología -Centro de Desenvolvimento Sustentável, UnB.

SÁENZ J.W. & SOUZA-PAULA, María Carlota. (2001) Desafios Institucionais para o setor de Ciência e Tecnologia: O Sistema Nacional de Ciência e Inovação Tecnológica. In: Parcerias Estratégicas, número 13. Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE).

SALMERÓN, Roberto. CERN: Uma experiência Científica, Social e Humana. Revista FAPESP, Edição 10, São Paulo - SP, dezembro de 2004, disponivel em . Acesso em 13 de dezembro de 2006.

SANTORO, Alberto F.S. & NOVAES, Sergio F. Física de Altas Energías: Características e Particularidades da Área. Sociedade Brasileira de Física (SBF). Disponivel em . Acesso em 15 de marco de 2007.

SANTORO, Alberto F. S. (2002) Participação no Experimento CMS. Carta de Intenção enviada ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, Brasilia.

______________. (2002) A Física de Altas Energías e sua Importância para a Economia: Para não dizer que não falei de Flores. In: ALVES, Gilvan et al, O Mundo das Partículas Elementares de Hoje e de Ontem - Rio de Janeiro, Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas - CBPF,pp. I3I-I47.

The Large Hadron Collider Beauty Experiment. Site principal da colaboração LHCb. Acessado em entre agosto de 2003 e maio de 2004.

TROYJO, Marcos P. (2003) Tecnología & Diplomacia: desafíos da cooperação internacional no campo científico e tecnológico. São Paulo, Editora Aduaneiras.

VELHO, Lea María L. S. (2001) Redes regionais de cooperação em C&T e o Mercosul. In: Parcerias Estratégicas. Ministerio da Ciência e Tecnología (MCT) Brasilia, n. 10.

WAGNER, Caroline S.; Brahmakulam, Irene; Jackson, Brian; Wong, Anny; YODA, Tatsuro. Science and Technology Collaboration: Building Capacity in Developing Countries? RAND Corporation, Santa Monica, California, EUA, 2001. Disponivel em . Acesso em 22 de abril de 2007.




DOI: http://dx.doi.org/10.4067/S0718-27242008000200011



Copyright (c)



2017 © Universidad Alberto Hurtado - Facultad de Economía y Negocios. 
Erasmo Escala 1835 - Santiago, Chile.
Economic Analysis Review | Observatorio Económico | Gestión y Tendencias 

Journal Supported by Chimera Innova Group